Milk

Da série “Aquela arte que não é tão difícil de pensar, talvez um pouco de realizar, mas mesmo assim eu nunca pensei…”, olha esse vídeo que foda!

Milk


Born This Way, o vídeo

Isso aí, Lady Gaga! Muito obrigado! Mostra pra essa geração de Rihannas e Katy Perrys como se faz um bom vídeo pop. Um vídeo rico, cheio de referências e ainda assim simples. Muito obrigado mesmo!

* quer saber melhor do clipe? esse post dos UHbreakers (os segundos maiores fãs de Gaga depois de mim) é bem legal!


Dreaming of Goldfrapp

Sabe aquelas músicas que você conhece mas nunca deu muita bola, de repente escuta na rádio e descobre que ela é surreal? pois é, desde 2006 eu venho amado muito Goldfrapp e foi sem querer na OiFM (olha que eu quase não escuto rádio!) que percebi Dreaming. escuta e fala se não é incrível? uma das coisas mais belas que você escutou em 2010, talvez?! O vídeo achei no youtube: é a música + imagens do universo (galáxias, estrelas, nebulosas). agora estou ouvindo a música no repeat…

daí que isso tudo me fez lembrar o quanto eu sofro todo dia um pouquinho por saber que eles não tem um show no Brasil agendado…. rs e me lembrou também o quanto eu gosto do último deles, Head First, que tem a Dreaming. acho a capa do album linda, não me venham falando que parece capa de cd evangélico. é outra proposta, cazzo!!!


Eu não quero voltar sozinho!

Achei esse curta fofo no blog do Jiji. ficadica pra terminar a sua hora do almoço:

* o professor que faz uma pontinha no vídeo é também ator do Ligações Perigosas, peça no teatro FAAP que trabalhei na cenografia! 😉


outra mala em outro corredor

não me chamem de brega nem de melodramático. não sou.


[Eva:]
I don’t expect my love affairs to last for long
Never fool myself that my dreams will come true
Being used to trouble I anticipate it
But all the same I hate it, wouldn’t you?

[Chorus:]
[Eva:] So what happens now?
[Che:] Another suitcase in another hall
[Eva:] So what happens now?
[Che:] Take your picture off another wall
[Eva:] Where am I going to?
[Che:] You’ll get by, you always have before
[Eva:] Where am I going to?

Time and time again I’ve said that I don’t care
That I’m immune to gloom, that I’m hard through and through
But every time it matters all my words desert me
So anyone can hurt me, and they do

[chorus]

Call in three months time and I’ll be fine, I know
Well maybe not that fine, but I’ll survive anyhow
I won’t recall the names and places of each sad occasion
But that’s no consolation here and now.

[chorus, with Che’s lines being sung by the starlets]

[Huevo:]
Don’t ask anymore.